Mapa estratégico

Objetivo: Organizar os objetivos, metas, indicadores de controle de resultados, principais medidas para realização das metas e os responsáveis diretos e da empresa que devem estar diretamente relacionados à sua missão, aos valores e à visão de futuro. Elaborando os objetivos e estratégias gerais

Os objetivos são elaborados pela administração da empresa de forma global, considerando todos os fatores críticos analisados no cenário da empresa, feito por exemplo, através das ferramentas DIAGNÓSTICO e SWOT (FOFA) que já vimos em detalhes lá atrás.

Objetivo é o que a organização quer fazer vai realizar através de planos e metas,a estratégia é como ela vai fazer, o conjunto de ações para obter os resultados almejados. Ou seja, é a forma ampla da atuação da empresa para chegar à missão com o melhor desempenho, estruturação e retorno para o negócio.

O que são Objetivos estratégicos?

Os objetivos estratégicos são as descrições concretas de onde a empresa está querendo chegar, ou o que está tentando alcançar. O objetivo estratégico é algo abrangente no ambiente corporativo, pode significar a implantação de um novo sistema de atendimento aos clientes ou aumentar a lucratividade da empresa, por exemplo.

O que são Metas? Andando junto com os objetivos, as metas são tarefas que precisam ser SMART, uma ferramenta de gestão que ajuda a tornar as metas compreensível de todos e assim poder trabalharem para alcançá-las:

  • Specific (Específico)
  • Measurable (Mensurável)
  • Achievable (Atingível)
  • Realistic ou Relevant (Realista ou Relevante)
  • Time-based (Temporizável).

Por exemplo, se o seu objetivo é você tornar sua empresa mais conhecida no mercado. Esse é o seu objetivo. Suas metas serão criar meios de comunicação entre sua corporação e o público alvo e investir em um marketing eficaz por seis meses para se tornar 40% mais conhecida no mercado.

Sendo assim, a diferença entre objetivo (que é o que você pretende fazer e/ou alcançar) e de metas (que é a especificação desses objetivos quantitativamente) fica claro.

O objetivo é o que você quer alcançar, e as metas estipulam os passos e prazos para a realização do objetivo, para isso é preciso definir o plano de ação para realizar essa meta, ferramenta de gestão que veremos mais a frente.

Metas X Objetivos

O objetivo representa o que você quer fazer ou alcançar, enquanto as metas descrevem quanto e até quando você pretende fazer. As metas precisam de instruções para que elas sejam realizáveis na prática.

Após definir seus objetivos estratégicos a empresa precisa definirem seguida as suas diretrizes (metas + medidas) de melhoria contínua do negócio. Definir essas Diretrizes de gestão para que levem a empresa a concentrar na melhoria contínua em todos os seus pontos fortes e fracos, proporcionando aos gestores e os colaboradores o trabalho de equipe, num clima de cooperação produtiva na execução dos objetivos e metas da empresa voltados para a competitividade empresarial frente à concorrência.

Essas diretrizes definidas têm como vantagem permitir o desdobramento da metas globais em metas menores alcançáveis pelas diversas áreas e pessoas, numa estratégia que permeia todos os níveis, tornando possível envolver toda a empresa em direção aos objetivos estratégicos, fazendo com que a gestão estratégica possa operar de forma eficaz.

No desdobramento das diretrizes de melhoria contínua, o engajamento dos colaboradores é trabalhado a partir do desenvolvimentodas metas e execução de planos de ação que desafiem e encorajem os colaboradores a desenvolverem suas habilidades de forma criativa, resultando no sucesso dos objetivos da empresa a longo prazo.

Para viabilizar esse desdobramento das metas e medidas, vai ser preciso dominar o Ciclo PDCA, uma ferramenta de gestão que é utilizada para solucionar problemas que atrapalham o alcance dos objetivos e metas desdobrados pelos diversos níveis da empresa.

Veremos mais adiante essa ferramenta Ciclo PDCA em detalhes, passo a passo.O importante é a liderança focarnuma gestão transparente, com metas realistas e equipes bem estruturadas para aumentar consideravelmente seus resultados e atingir os objetivos!

Para tornar mais compreensível essa etapa de implantação da gestão estratégica recomendo que ela seja estruturada em 6 perspectivas vitais que um negócio precisa focar suas energias e recursos para obter o sucesso em lucratividade.

São 6 as principais perspectivas empresariais que podem ser desdobradas como Diretrizes (metas + medidas) na empresa que norteando uma gestão estratégica eficaz.

Ao definir o seu modelo de gestão estratégica, os líderes empresariais devem se orientar por seis diretrizes (metas+medidas):

1. Foco no Cliente e no Mercado: A diretriz aqui é olhar a empresa sob a perspectiva do cliente e da concorrência, adaptando-se às mudanças externas para competir melhor;

2. Foco no produto e serviço: A diretriz aqui é que uso dos recursos sejam orientados para produzir algo que tenha valor e que o cliente compre da empresa;

3.Foco nas finanças:A diretriz aqui é manter um controle rígido sob padrões financeiros previamente estabelecidos, com foco na melhoria da lucratividade e rentabilidade do negócio;

4.Foco no desempenho dos processos internos: A diretriz aqui é na melhoria contínua dos fluxos das rotinas de produção dos produtos e serviços para aumentar a qualidade, a produtividade, reduzir custos, reduzir falhas, reduzir desperdícios e melhorar a logística;

5.Foco nas pessoas: A diretriz aqui é investir na aprendizagem no ambiente interno, tendo as pessoas como o maior fator competitivo da empresa;

6. Foco na infraestrutura empresarial: A diretriz aqui é focar na disponibilidade dos recursos materiais, tecnológicos e informacionais com uso intenso da internet, para que as equipes possam dar o seu melhor no pleno funcionamento do negócio, englobando aí os ativos tangíveis e intangíveis;

Com essas seis perspectivas a empresa terá essas diretrizes (metas + medidas) funcionando de forma integrada, compreendendo os impactos de cada uma no todo empresarial, e assim tornar possível o desenvolvimento de uma gestão estratégica para ficar sempre um passo à frente da concorrência.

Qualquer meta traçada precisa ser META SMART, ou seja, ser específica, mensurável, ter prazo, ser possível de ser realizada e ter definido um índice ou números exatos para medir o que será alcançado.

Por exemplo:

Objetivo: aumentar as vendas da empresa;

Meta: aumentar as vendas médias da empresa em 20%, no período de 10.04.2020 a 31 de dezembro de 2020. Quando as exigências do mercado e o desempenho da concorrência crescerem mais rápido do que a capacidade de melhoramento do gerenciamento da rotina da empresa, faz-se necessário introduzir uma ferramenta de gerenciamento, chamada de gestão estratégica que proporcionará as melhorias necessárias para enfrentar essa ameaça à sobrevivência do negócio.

Ferdinand Moura

O Presidente da EBCB – Empresa Brasileira de Consulting in Business, Ferdinand Moura, criador da metodologia do Método Gestão Para o Lucro – MGL®, Administrador, Executivo de grandes empresas, MBA em Gestão Empresarial e Coaching (FESP-SP*), Master Coach, Mestrando em Business Administration na Florida Univerty Cristian, Orlando- EUA, Consultor Empresarial, especializado em abordagens inovadoras de criação e gestão de negócios voltados para alta competitividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Todos os direitos reservados à EBCB